MIA - Secção em Português
Karl Korsch
Foto de Karl Korsch
1886-1961

Marx é hoje apenas um entre os numerosos precursores, fundadores e continuadores do movimento socialista da classe operária. Não menos importantes são os chamados socialistas utópicos desde Tomás Moore até ao presente. Não menos importantes são os grandes rivais de Marx, como Blanqui, e os seus inimigos irredutíveis, como Proudhon e Bakunin. Não menos importantes, no resultado final, são os mais recentes desenvolvimentos, tais como o revisionismo alemão, o sindicalismo francês ou o bolchevismo russo.
Karl Korsch in "Dez Teses Sobre o Marxismo Hoje (1950)"

Nascido em 1886 em Tostedt, na região de Lunebourg, Karl Korsch morreu em 1961, em Cambridge (Massachussetts). Em 1919 entra para o U.S.P.D. (Partido Socialista Alemão Independente, onde também se encontra Kautsky e Hilferding). Entra para o K.P.D. (Partido Comunista) em 1920. Em Outubro de 1923 é ministro da Justiça durante as poucas semanas que durará a república "operária" de Thuringe. De 1924 a 1928 é deputado no Reichstag. Dirige o órgão teórico do K.P.D. (Die International) em 1924-1925. A partir de 1921 opõe-se à política do Komintern mas do seu interior. É expulso do partido em 1926. Participa com outros elementos expulsos na revista Kommunistiche Politik. Depois de 1928 exerce as suas actividades políticas fora de qualquer organização definida. A chegada de Hitler ao poder em 1933, obriga Korsch a deixar a Alemanha.

Passa para Inglaterra, reside por curto período na Dinamarca, e, em 1936 emigra para os Estados Unidos. Exercendo actividade docente em Nova Orleães, Korsch, durante os anos passados na América como na Alemanha dedicou-se à teoria marxista. Na América como na Alemanha a sua influência principal foi como educador. Os seus amigos, respeitosamente, chamavam-lhe o Leher. Os seus conhecimentos enciclopédicos e a sua acuidade de espirito destinavam-no para este papel ainda que tivesse preferido estar "no coração das coisas", isto é, envolvido nas lutas reais para o bem-estar e a emancipação da classe operária com a qual se identificava. A sua inteligência e a sua integridade moral faziam-no sobressair, e interditavam-lhe a participação na disputa pelas vantagens e honrarias resultantes da vida política que era uma das características salientes do mundo académico e do mundo operário oficial de então. O facto de a sua morte Ter passado quase despercebida parece confirmar a convicção, sustentada por Korsch, de que o marxismo revolucionário só poderia existir em ligação com um movimento revolucionário da população laboriosa."  (in Paul Mattick: Karl Korsch.)

Actualmente estão disponíveis em Português as seguintes obras:

1923 - Mar A Dialéctica de Marx
1932 Teses Sobre Hegel e a Revolução
1937 - Dez O Fim da Ortodoxia Marxista
1938 - Fev A Ideologia Marxista na Rússia
1938 - Ago O Marxismo e as Tarefas Presentes da Luta de Classe Proletária
1950 Dez Teses Sobre o Marxismo Hoje
   
Seja um Voluntário! Se você deseja colaborar com a construção desta biblioteca, ou deseja iniciar uma nova biblioteca para um autor cujo trabalho contribui de alguma maneira para a compreensão do Marxismo, entre em contato conosco.

Abriu o arquivo 03/12/2005
Última atualização 16/12/2014